Avançar para o conteúdo

Quinta Sinfonia

Como fazer um limpa (quase) tudo com só 3 ingredientes

Quando cheguei à quinta empenhei-me em reduzir ao máximo a compra de produtos de limpeza e alguns de cosmética. Há coisas que resultaram melhor e outras menos bem. Actualmente de modo regular faço sabonetes, amaciador para a roupa, desodorizante e este limpa (quase) tudo. Animo-vos a experimentar a receita por duas razões: a simplicidade dos ingredientes e o cheiro delicioso que tem!

Só precisam de vinagre de limpeza (podem encontrar em supermercados ou drogarias) e cascas de limão e/ou laranja. Num frasco de vidro vão pondo as cascas e cobrindo com vinagre. Quando o frasco estiver cheio, fecha-se e deixa-se repousar de 2 a 4 semanas. Passado este tempo côa-se o líquido. Depois é só diluir na mesma quantidade de água e já está pronto a usar! De forma opcional, podem acrescentar umas gotas de óleo essencial de laranja ou limão e assim o aroma é ainda mais profundo.

E porque lhe chamo limpa quase tudo? Porque os ácidos do vinagre usados em pedras naturais como o granito ou o mármore podem provocar manchas e fazer com que percam o seu brilho por isso para este tipo de materiais, este producto não é o mais adequado.

Quando se fala em fazer os próprios detergentes dá-se como razão/beneficio o facto de gerar menos embalagens e também o factor económico assumindo que sai mais barato fazê-los em casa. Sinceramente no caso deste limpa (quase) tudo estes 2 factores não são os que mais pesam. Por um lado um limpa tudo é bastante barato e por outro, neste caso, não há grande poupança de embalagens de plástico visto que o vinagre vem também numa embalagem.

Mas eu adoro este limpa tudo por várias razões. A primeira é o cheiro. Eu sou aquela consumidora que quando compra qualquer detergente, detenho-me a cheirá-los todos e todos para mim, têm um cheiro demasiado intenso e artificial. Neste caso experimentei fazer só com cascas de laranja, só com cascas de limão e com ambas. Para mim ganha sem dúvida o cheiro a laranja! A segunda razão é o simples que é fazê-lo, a terceira é que se pode aproveitar um resíduo que normalmente acaba no lixo e para além disso está feito com ingredientes mais naturais que um detergente convencional. Para mim tudo vantagens!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *