Avançar para o conteúdo

Quinta Sinfonia

A importância de apoiar os produtores locais

Hoje em dia a grande maioria das pessoas compra em grandes superfícies. É também uma época em que encontrar um produto numa loja não é sinal de que seja de temporada ou que seja um produto ideal para as necessidades do corpo nesse momento porque tal como já escrevi na entrada “A importância de uma alimentação sazonal” os produtos de temporada são aqueles que têm todos os nutrientes necessários para nutrir-nos nesse momento.

Mas se as grandes superfícies ainda dominam, também é certo que nos últimos anos e sobretudo durante a pandemia e mais ainda no primeiro confinamento, assistimos a um aumento do interesse por comprar produtos de pequenos produtores. É como um lento regresso às origens de comer sazonalmente e de uma forma mais sustentável. E uma das formas mais impactante de fazê-lo, é apoiando os pequenos produtores locais.

Vamos ver algumas razões de porquê apoiar os pequenos produtores locais tem benefícios não só para ti mas também para a comunidade e para os produtores:

Da horta para a mesa: os produtos locais são mais frescos

As verduras e sobretudo as frutas que aparecem nas grandes superfícies são apanhadas uns dias, semanas e em alguns casos, até meses antes de que cheguem às prateleiras da loja. Como os produtos têm de viajar tanto, têm de ser apanhados antes de que estejam no seu ponto óptimo de maduração o que já de entrada provoca uma perda de muitas propriedades para não falar no sabor. Inclusive no caso da fruta, esta é apanhada verde, é posta em câmaras frigoríficos e é amadurecida artificialmente com recurso ao gás etileno.

Comprar a um produtor local é comprar produtos muito mais frescos. Para vos dar um exemplo: nós temos mercado e entregas em casa aos sábado de manhã. Pode haver algum produto que seja apanhado na 5ª feira (alguma fruta que aguente, tipo maçãs, pêras) mas a esmagadora maioria é apanhada no dia anterior a que chegue à casa dos nossos clientes. Para algumas frutas mais sensíveis tentamos sempre que a colheita seja o mais para o fim do dia possível.

A vantagem? Que o que chega à mesa dos nossos clientes é muito mais fresco. E o que é mais fresco perdeu menos propriedades e é mais saboroso.

Comer produtos de temporada: o que é local é de temporada

Tal como disse antes, que encontremos uma fruta ou verdura numa loja não quer dizer que seja de temporada. Chamamos progresso, desenvolvimento, à possibilidade de ter acesso a tudo em todas as épocas do ano. Mas realmente necessitamos comer morangos ou tomates no inverno? Definitivamente não!! Para tudo na vida há um momento, até para os alimentos. Quando no passado se tinha acesso somente a produtos de temporada os alimentos eram muito mais valorizados, desfrutados e desejados porque sabíamos que só os íamos ter durante um período de tempo e que depois disso íamos ter de esperar até ao ano seguinte. De alguma forma e talvez seja um pouco exagerado, mas havia muita mais emoção à volta dos alimentos do que aquela que temos hoje e talvez relacionado com esta abundância haja tanto desperdício.

Quando nos alimentamos de produtores locais que produzem produtos de temporada estamos a provocar um impacto positivo não só na nossa saúde mas também na saúde do ambiente.

Viver de forma mais sustentável: os produtos locais são melhores para o ambiente

É importante encontrar pequenos produtores que tenham preocupações ambientais e que façam uma agricultura amiga do ambiente em que se tire todo o partido da natureza e que se lhe devolva aquilo que nos dá através do cuidado dos solos e da promoção da bio-diversidade. Se assim é, comprar a pequenos produtores locais é mais sustentável porque além do mais ainda há uma redução das emissões de carbono porque os produtos viajam menos.

Directamente para o consumidor: apoiar a economia local

Comprar frutas e verduras em grandes superfícies, é aumentar as probabilidades de estar comprando produtos que vêm de grandes explorações agrícolas propriedade não de uma família mas de um grupo de investidores cujo objectivo é obter rentabilidade para o seu investimento.

E no caso de que seja de um produtor, antes de que chegue às nossas mesas, passa por uma série de intermediários e finalmente quem o produziu e mais trabalho e risco teve, é o que menos recebe.

Comprar a um produtor é garantir que não há intermediários e que esse valor vai directamente para o agricultor e para a sua família fomentando assim a economia local. Desta forma sabemos para onde vai o nosso dinheiro e a quem estamos a apoiar. Para um pequeno produtor, ir a um mercado e que os clientes vão passando e levando os seus produtos, é um motivo de muita alegria, acreditem em mim!!

Sabes o que estás a comprar

Um produtor local vai poder explicar todos os pormenores sobre os seus produtos. Como cresceram, quando foi colhido, como foi tratado o solo onde cresceram, etc, etc. Para além disso a maioria dos produtores, estamos mais que felizes de contar tudo sobre como produzimos e isto cria laços de confiança entre o produtor e o cliente o que não acontece numa grande superfície.

Há mais opções para comprar produtos sem plásticos ou outro tipo de embalagens

Infelizmente nas grandes superfícies ainda há uma série de frutas e verduras embalados em plástico. No outro dia no instagram dei o exemplo de umas nêsperas: 500 g de nêsperas que vinham dentro de uma caixa de plástico e com um envoltório de plástico.

Nos mercados de produtores não só a maioria dos clientes já trás os seus próprios sacos como ainda se devolve ao produtor uma série de embalagens que podem voltar a ser usadas. No caso do mercado a que vamos os clientes devolvem caixas de ovos, sacos de papel, embalagens de plástico de frutas frágeis como morangos e nos últimos tempos já me estão até a devolver os fios que atam os molhos das verduras! Fantástico!

Como consumidores temos o poder de decidir como nos alimentamos e onde obtemos esses alimentos. Hoje em dia há cada vez mais opções para comprar a pequenos produtores já seja em mercados locais ou através da internet. Não há desculpas para não comer produtos frescos e saudáveis!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *