Close

As galinhas da quinta

As galinhas de momento são os únicos animais que temos na quinta e apesar dos contratempos estamos muito contentes com esta decisão. Mais ou menos aos 3 anos de estar na quinta trouxemos as primeiras galinhas. Sonhávamos com ovos caseiros e também com comer carne de boa qualidade.

Rapidamente percebemos que era difícil mantê-las livres sobretudo em épocas em que temos muitos cultivos e também devido aos muitos depredadores que há na zona. Por estas razões acabamos por construir-lhes um amplo galinheiro. Mas nem este galinheiro nos livrou de um ataque no verão passado. Das cerca de 20 galinhas e 1 pato que tínhamos, sobrou um pato. Um animal entrou à noite no galinheiro e aproveitou que nos tínhamos esquecido de fechar a porta da casinha onde dormem e matou-as a todas menos ao pato que, no entanto, só acabou por durar uns poucos meses mais vítima da mesma sorte das galinhas.

 

Depois deste incidente ficaram 2 vazios importantes na nossa vida na quinta: o primeiro foi não ter ovos caseiros e o segundo foi o vazio da ausência de animais. Para mim uma quinta sem animais, não está completa. É como se lhe faltasse uma peça. Faltou o canto do galo, as brigas entre as galinhas, o galanteio do galo. E faltou poder ficar parada a olhar para elas. Observar as galinhas tem em mim um estranho efeito relaxante!!

Depois já no fim do ano passado um amigo emprestou-nos uma incubadora e nasceram uns quantos pintos dos quais sobreviveram 6. Há uns 2 meses uma vizinha que tem muito criação, deu-nos uma galinha com os seus pintainhos e no meio deste processo uma das nossas galinhas inesperadamente ficou choca. Acabaram por nascer mais 3 pintainhos e assim sem mais voltamos a ter 17 animais!

E com isto voltou aquela alegria à quinta! Voltamos a ter o canto dos galos, voltamos a ter ovos com um sabor e uma textura únicos, voltamos a ter mais estrume para alimentar o nosso solo em resumo, voltamos a ter vida!